2

4 de dezembro de 2012

História dos Sebos

2

tumblr_mb8nhlYhW91qk7fpoo1_500_large[1]

Bom, eu postei há um tempo atrás sobre meus achados da Clarice Lispector no Sebo da cidade, no primeiro #ACHEINOSEBO e ai me veio à mente: as pessoas SABEM o que é sebo? Já foram a algum?

Pois bem, vou-lhes contar sobre a história deles! Preparados? (:

  • De onde vem o nome SEBO?

O surgimento das primeiras livrarias e sebos remonta ao século XVI. Até esse período, os livros eram produzidos à mão, um a um, o que tornava seu comércio extremamente limitado. Com o desenvolvimento da imprensa, a partir da metade do século XV, o número de livros circulando cresceu progressivamente e, assim, o surgimento de estabelecimentos de comércio dedicados a esse produto tornou-se uma necessidade.

tumblr_megjt2ntcq1qf3eq9o1_500_large[1]

Na Europa, a busca por livros antigos ou raros – por parte de colecionadores ou estudiosos – foi um dos primeiros incentivos à venda de livros usados. Somente na segunda metade do século XIX, durante o Império, apareceram os primeiros sebos no Brasil– época em que as primeiras máquinas de impressão chegaram por aqui. Nesse período, já havia 50 livrarias no Rio de Janeiro e 10 em Salvador.

tumblr_meb2vvk45z1ri10ieo1_500_large[1]O termo “sebo”, no entanto, é uma exclusividade da língua portuguesa. A origem mais provável desse nome é o aspecto sebento que os livros tendem a adquirir quando mal conservados; afinal, a sujidade foi por muito tempo uma característica inerente à revenda de livros. Quando não passam por um processo de limpeza, os exemplares adquirem uma camada aglutinada de pó e gordura em suas capas e reentrâncias. Ainda que a sujeira possa ser removida com facilidade, existem sinais de envelhecimento os quais não se podem evitar: páginas escurecidas ou amareladas devido à oxidação, pequenas marcas ou danos devido ao manuseio, etc.

Uma das características mais curiosas dos livros de sebo é o seu estado de conservação. Ainda que a maior parte dos estabelecimentos deste gênero trabalhe também com exemplares novos (ou em estado de novo), são os livros usados que lhe dão o nome de "sebo".

-xdy2FUIgOI_large[1]Quem procura livros com preços mais baratos encontra nos sebos uma excelente opção para economizar: além de custarem, em geral, a metade do preço dos livros novos, a grande maioria dos exemplares encontra-se em bom ou em muito bom estado.

Como você imagina um sebo? Depósitos abarrotados de livros antigos e poeirentos, todos amontoados no fundo de prateleiras vergadas, mal iluminados devido às raras janelas do sobrado recauchutado que de repente fora transformado em loja? O alfarrabista, um leitor ávido de barba por fazer e roupas rotas, admite não poder organizar os livros de melhor maneira. Essa é uma imagem familiar, mas o quadro tem mudado. Muitos sebos, geralmente ao incorporarem em seus acervos os livros novos, têm percebido que a apresentação, a limpeza e a organização são essenciais para o público de hoje. Os garimpeiros da cultura têm grande fetiche por encontrar, talvez por acaso, aquele livro fabuloso que jaz há meio século esquecido na prateleira inferior de um pequeno sebo; o fato, porém, é que a tendência mundial é inversa: as informações devem estar mais visíveis, mais acessíveis.

198037_479244462127988_1417160440_n_large[1]Um outro termo relacionado a sebo é “alfarrábio”. Vem do árabe Al-Farabi, e entrou na língua portuguesa a partir do contato lusitano com os islâmicos na Península Ibérica. Assim, quem vende livros antigos pode ser chamado de alfarrabista. Também de Portugal parece vir o termo “sebo”: conta-se que, na Universidade de Coimbra, o termo “sebentos” teria sido um apelido para as cópias e resumos feitos em litografias.

Existe, ainda, um outro termo relacionado aos estabelecimentos de revenda de livros: é o “caga-sebo”. Lembre-se, no entanto, de nunca chamar um livreiro de caga-sebista. A menos que ele não queira lhe dar aquele desconto...

O que eu quero com isso? Trazer mais pessoas aos sebos, fazer as pessoas IREM aos sebos! VÁ A UM SEBO! VÁ AO SEBO DA SUA CIDADE,VÁ A UM PERTO DA SUA CASA, QUE VOCÊ CONHEÇA. VÁ A QUALQUER UM! Porque eles estão fechando, estão rareando, as livrarias, a tecnologia, as lojas online estão massacrando todas as antigas livrarias! Eu proponho que você vá, se não conhece, vá conhecer! Pode ser que um dia não existam mais, em um futuro bem próximo. :/

E muitas pessoas querem saber como se limpa certo os livros. Sobre limpeza dos livros, veja aqui!

SOURCE

Bom, é isto pessoal, espero que tenham gostado. A fonte está na imagem SOURCE, do site Disco Livros. (:

2 comentários :

Isabela disse...

Adorei!Parabéns pelo post!

CHOKOLATE2 disse...

Ah, muito obrigada Isabela! :D
Também adoreeeei o assunto, e sempre quis postar sobre sebos aqui.

Diga sua opinião, dê sugestões, critique com respeito, criatividade e construtividade! (: Espaço livre para vocês, meus caros.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...